quarta-feira, 23 de julho de 2008

Procura-se orientação

Ando desanimada.
Super desanimada.
Nem o Verão me anima. Razões? Várias:

Estou prestes a bazar do meu emprego nem que seja por um mês com baixa por razões ainda por discutir com a minha médica. Eu sei que a taxa de desemprego é, actualmente muito elevada, mas digo-vos, sinceramente, que hoje, a esta hora, preferia estar em casa desempregada com um biscate ali e outro acolá do que a laborar neste sítio que me vai matando neurónios à dúzia a cada minuto que passa…

Sobre esta situação…pouca gente a compreende (pai e irmão…a mãe ainda nem sonha) e por isso sinto-me só. Muito sozinha.

Só o meu gajo me compreende. E agora vai mudar de emprego. Decidiu ir trabalhar de noite. Começar às 21h00…que é SIMPLESMENTE a hora semanal em que mais me sinto só e que mais preciso dele!

Ok, posso estar a ser egoísta. Mas posso sê-lo se vez em quando, não?

É por estas e por outras que não tenho escrito aqui muito. Tenho preferido ‘andar por aí a vaguear’ pelos vossos blogs a ver se me animo. O meu não é recomendável por estes dias.

Quanto a jakadas…Meia barra de chocolate de culinária a servir de jantar na segunda-feira e muito gelado com bolacha com recheio de chocolate ontem ao almoço. De resto…tudo minimamente controlado.


Estou a precisar de me encontrar. De uma orientação para a minha alma. Alguém tem alguma sugestão?

7 comentários:

Ana Sofia disse...

eu bem apelei á minha nossa senhora das gordas em RA, mas raios m partam ka gaja é surda! sei cm é! acrdita kainda há bem pc (tipo um dia ou 2) estava c 1 cena bem marada rlativamnte ao job.
Xguei a pnsar em propor um acordo de forma a ir-m embora e poder ir p o fundo desemprego!sentia-m tal e kual cm tu: com o tico e o teco FRITOS! agora poxo n ta mlhor mas lá vou andando c a resignação ás costas. Pcs são as pxoas k csguem entender k mtas xs, pior k ta desemprgado sem receber € é tar num emprego k nos vai certamnt 10 € anos + cedo k o previsto.
Tamos numa fase parecida... Não tás sozinha! espero k ixo t ajude!

Luna disse...

Linda eu sei o que é isso... ainda à pouco tempo, no outro trab. andava assim como tu, com os nervos em franja por tudo e por nada, e qualquer coisa me irritava... inclusive ambiente, pessoas, trabalho, nada me motivava. hoje estou bem melhor :) felizmente consegui encontrar outro trabalho... tenta procurar já outras coisas, envia curriculos. Nesta fase é o melhor que podes fazer! Qto à baixa, sinceramente se precisa força! Eu na altura se tivesse assim uma médica tinha pensado também nisso!
Força e pensa em ti!
beijinhos

Tágide disse...

Bem comigo passasse o contrário, sniffffff.
Ando louca por encontrar um job, juro qq que se seja. É bom tar em casa uns mesitos, mas depois começa a ser estenuante, horrível, e quando o dinheiro começa a limitar-te pior um pouco. Quando queres comprar umas calças e não há. Parece que a gente consegue passar sem essas coisas, mas passado uma série de tempo começa a ficar sem ponta por onde se pegue. E por mais motivada que queiras estar, estás em casa que se lixe para que me preciso arranjar, eu sei todos dizem que com eles não vai ser assim...
Há um ano atrás tinha trabalho tinha trabalho para fazer em casa e arranjar dinheiro extra, agora pqp, não há trabalho em lado nenhum.
Bem mamy olha tenta encontrar algo primeiro e depois basas, agora essa da baixa é que não me agradou nada pois deve ser por algo de saúde e isso não é bom.
Quero-te bem mamy não te quero dep, OK? E ainda bem que o meu padastro te apoia. Bom homem si senhora.
Beijufasssssss
P.S: Agora "m" vou passar a ferro, grrrrrr coisas de não ter job

Tágide disse...

Tava a passar e tava a pensar. Oh mamy eu tb entendo o que é estar num trabalho que já não se suporta.
Eu mesmo até novembro estava num que já nem podia nem ver a entrada e quando me propuseram tb passar a fazer outras funções que eu não tinha a menor formação e detesto vim embora, saí mesmo na hora do almoço e tudo, até pq fazia 3 meses que não me renovavam o contrato e estava a recibos, por isso nem direito a desemprego tenho e mesmo assim bazei. por isso eu entendo-te

cindy disse...

amiga não fike assim... as vezes a vida da umas sacudidas na gente pra que a gente pare e reflita...
tudo vai ficar melhor
dê tempo ao tempo, e não decsonte na comida
conte comigo
bj

Jojozinha disse...

oh querida, ha momentos das nossas vidas em q todas nos sentimos sozinhas e passamos por isso. faz parte. é essencial pra crescermos, pra aprendermos, pra darmos valor!
nao podes baixar a cabeça nem desistir! So tens q aproveitar os outros momentos dos dias pra tar c o teu namorado, a partir das 21h arranjas outros passatempos (ler, sair, cinema, tv, cafezinho c amigos...) nao é o fim do mundo!
nao te podes fechar em ti com tudo la dentro. desabafar tb ajuda. Dá auto-estima e confiança!
Conversa c a tua familia, amigos... eles tb merecem partilhar ctg a tua vida e a tua (in)felicidade!
espero que tudo corra pelo melhor*
Um beijo mt grande

Elisa Albuquerque disse...

linda faz o que achares melhor, talvez a baixa para pores a cabeça no lugar e ires tentando arrumar outro emprego, agora é como dizes n saias desse sem ter outro....
bjinhos enormes e se precisares de sair e assim conta comigo