sexta-feira, 28 de novembro de 2008

A Luna e a Linhaça

Ontem à noite, à falta da aula de ginástica porque a prof. está doente - e porque estava muito frio e exercício na rua com muito frio é mau (olha a desculpa...) - e enfiei-me na cozinha. Eu e a Linhaça. Usei-a no jantar. Uma colher espalhada por cima de um prato de sopa de feijão amorosa feita pelo meu pai (irresistível e foi só um bocadinho). Não me soube quase a nada por isso acho que vou continuar a ingeri-la.

Como fiz: Abri o pacote e coloquei algumas sementes na trituradora. Como elas são pequenas, abanei o aparelho lateralmente para que elas saltessem, não ficassem quietas no fundo e fossem apanhadas pelas lâminas. O resultado foi este:


Usei linhaça de casca dourada, compradas no Intermarché e o preço - não me recordo bem - mas acho que não chegou aos dois euros. Depois coloquei-as moídas dentro de um frasquinho de vidro que ficou lá em casa perdido depois de lá ter ido parar cheio de doce de abóbora (ainda cheirava a doce...hum...). Et Voilá!
Bom fim-de-semana!

5 comentários:

Jojozinha disse...

olha, fizeste bem :)
beijinhos

jorge_m. disse...

Olá, por acaso acho que nunca experimentei! Tem bom aspecto!

Parabéns pelo peso perdido!
bjs

EA disse...

eu uso todos os dias de manhã no iogurte! beijinhos mil

Ana Bastos disse...

olá!
acho que fazes bem em incluires a linhaça na tua alimentação!
tem enormes vantagens nuricionais!

boooooa semana!
bjinhu

Bintxa disse...

Parabéns pelo peso perdido! Bjkssss.