sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

GRRRRRR!!!!

Isto hoje não está fácil. Estou com um sono descomunal e a juntar ao cansaço…bolas…vou mesmo ter que arranjar uma desculpa qualquer para sair mais cedo, ir almoçar a casa e dormir uma siesta.

Ainda para mais, o peso desta manhã não me alegrou. Já estava à espera. Aumentei, pois claro. E porquê?

Porque…tenho tido jantares ‘normais’, abusei no fim-de-semana e não tenho feito exercício físico. Vão me valendo as litradas de água e de chá quentinho para ver se aqueço.

De manhã a conversa com o meu gaijo foi:

- Então? Perdeste alguma coisa?
- Não! (gargalhada) Ganhei mais de 1 quilo! Achas normal?
- Bolas…
- Pois…é para perceberes que eu não posso ter uma alimentação como toda a gente. Se continuasse a jantar jantares normais durante cinco semanas, engordava cinco quilos.
- Yah, depende dos organismos, não é?
- Sim…e já viste que o meu é complicado!!

O que eu chamo de jantares normais, são basicamente os jantares normais. Ou seja, coisa que já não tenho lá em casa há muito tempo. Mesmo quando a minha mãe ainda lá vivia, comíamos sempre qualquer coisa e de Inverno até chegávamos só a beber leite e comer uma sandocha. Porque à noite NÃO precisamos de comer muito.

Hoje em dia, lá em casa, os meus jantares são baseados em: uma chávena de leite de soja com cereais, uma peça de fruta e um chá; ou um prato de sopa com uma bola de pão; ou um batido; ou, por exemplo, o resto do almoço.

Quando tenho que jantar em casa do gaijo…ui. Ele é caldeirada, bacalhau no forno, vitela estufada, borrego no forno…enfim, tudo pratos nada ligeiros e ainda por cima há sempre sobremesa. É claro que tento sempre controlar-se mas às vezes…lá se escapa qualquer coisa.

Imaginem que na última quarta-feira ouvi todas estas declarações:

- Lunazinha, come mais um bocadinho!
- Não comes mais?
- Bebe mais um pouco de sumo!
- Come mais uma fatia de tarte de requeijão.
- Queres levar uma para o lanche de amanhã?
- Come um chocolatinho, anda!

Todas estas frases numa só noite??!!!?? Não há ouvidos que aguentem, né! E às tantas já começa ser indelicado dizer 'NÃO'. Pelo menos acho que hoje de manhã o meu gaijo entendeu verdadeiramente o meu problema. Pode ser que daqui para a frente me ajude ainda mais.

Enfim…toda esta lengalenga para dizer que hoje peso 65,6 kg.

Boa sexta! Beijo

5 comentários:

Da gordura à formosura disse...

Pois, assim é realmente difícil. Eu posso comer todo o tipo de comida, tenho é que ter muita atenção às quantidades. Um bocadinho mais hoje, outro bocadinho mais amanhã e sou como tu, aumento logo. Enfim...
Deixa lá, para a semana já perdeste esse quilo.
Beijinhos e bom fim de semana.

jorge_m. disse...

Olá,
eu felizmente posso comer as refeições normalmente, o meu mal é abusar nos doces! É desmotivador quando se aumenta, mas pronto é pensar que para a semana será melhor, tem de ser! Força...

bjs

Jojozinha disse...

Se calhar nao tens q abdicar por completo desses jantares "normais". nao podes é exagerar nas quantidades, e toca de fzr mais exercicio. assim vais csguir combinar tudinho! =)
beijinho e bom fds =)

Estela disse...

Olá!

Podes crer...os comentários que as pessoas fazem "simpáticamente" e aos quais parecemos indelicadas por não aceitar, são o suficiente para "estragar" um dia de bom comportamento alimentar!!!

É preciso "tê-los" no sitio para resistir sempre... e quem nunca tiver pecado; que atire a primeira pedra!!!!

Sakura (Ana Sofia) disse...

às xs é complicado. é k há pxoas k simplesmente não entendem a n/ posição. p elas, dietas são balelas, e reeducação alimentar é uma expressão nunca antes ouvida! e podemos eventualmnte kerer dizer não, mas s o fazemos a toda a hora, ou explicamos concretamente porque o estamos a fazer ou somos vitimas de olhares k no fundo n kerem dizer + nada k "parece k tá c nojo"...
Bjs