quarta-feira, 3 de junho de 2009

Até nem correu muito mal...

...mas podia ter corrido melhor o fim-de-semana.

Comi quando tive fome, abusei na salada, comi algum pão, fruta, sobremesa e bebi um copito de vinho tinto.

Perante isto, qualquer pessoa diria "Cruzes, credo! Isso é que é fazer dieta????"

E eu respondo não é, mas a minha dieta é assim. Com escolhas o máximo possível saudáveis mas sem me sentir deficiente em relação aos outros e sem poder comer aquilo que eles comem. Como menos e pronto.

Mas o meu tamanho continua na mesma...

Hoje vou ver se encontro alguma coisa que ajude no aceleramento do metabolismo. Sugestões???

5 comentários:

Marilyn disse...

Hum... Para acelerar? Exercício? Plano alimentar com diferentes valores calóricos (tipo 2ª com 1200 cal, 3ª com 1500, 4ª novamente com 1200...)? Chá verde?

Não conheço mais nada, linda.

Beijitos e o que interessa é que tu te sintas bem!!!

Sakura (Ana Sofia) disse...

Olha eu também ando numa de acelerar o metabolismo se bem k aposto numa forma natural de o fazer. Há alguns alimentos que podem potenciar o teu metabolismo. Nomeadamente o gengibre k dizem k aumenta o metabolismo em cerca de 20%. Eu comprei raíz de gengibre branco e gengibre em pó. Tnh usado e abusado e ponho gengibre em td (nos iogurtes, nos cereais, na fruta). Tenta!

Cherry Blossom Girl disse...

Abusa mais na fruta e legumes, peixe, carne magra.. evita pão, massas e arroz...bebe muita água, pelo menos 2 litros (o que ajuda a tirar a fome) e claro muito movimento...
é assim que estou a tentar emagrecer ;)
Mas uma maneira de acelerar o metabolismo não sei...o meu é lento pa caraças...só mesmo com desporto é que queimo calorias ;)

Beijinhosss

Jojozinha disse...

hum... paciencia? =)
beijinhos

Mind Relax disse...

Olá, olá...
Nada de ideias malucas, menina!

É verdade que existem aceleradores de metabolismo, ajudam, mas não fazem os milagres esperados.
Calma... Devagar se vai ao longe!

Aquilo que fez, embora possa não ter efeitos tão rápidos quanto desejado, é o caminho certo! Convença-se disso! É preferível fazer pequeninas mudanças nos nossos hábitos diários que permitam manter os efeitos ao longo de muito tempo do que, pelo contrário, introduzir bruscas alterações de efeitos rápidos mas, efectivamente, não praticáveis durante muito tempo...

Acho que está tudo dito. Vim cá, dar-lhe na cabeça, sim!

Beijinhos e juízo,

JOC