quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Resolução 2011

A cura está em nós. Só e somente dentro de nós.

Cheguei a um ponto (e deve ser da idade) em que me saturei de ouvir opiniões deste e daquele. Partilhei os meus problemas com demasiada gente, procurei ajuda em tantos lados e pesquisei também muito. E onde é que obtive a melhor resposta? No desporto. Esta é a pura das realidades. Nas caminhadas sozinha na mata e à beira-mar, nas corridas na rua e no ginásio.

Falei com nutricionistas de esquina, nutricionista de farmácia, vendedor de produtos naturais, psiquiatra, psicólogo e médico de clínica geral. Li livros de auto-ajuda e uns quantos banais. Experimentei dietas, comprimidos, químicos e mezinhas.

Hoje estou cansada. Cansada que falem do meu corpo ou da minha difícil caminhada no emagrecimento como se os conhecessem a ambos. Ora, se nem eu os conheço, e vivo com eles, como é que alguém me poder vir dizer que não emagreço porque é genético, estou a ganhar massa gorda, não como o suficiente, ou que devo correr a velocidade x durante y tempo n vezes por semana.

CARAMBA! É que ‘tou mesmo cansada. E cansada de ser simpática para este gente toda! Eu sei porque é que não emagreço e uma das minhas principais resoluções para 2011 é: Focar-me em mim e naquilo que preciso para viver bem. Ou seja, deixar de acreditar em histórias da carochinha e assumir que sou diferente. Este ano vou mudar a minha forma de ver as coisas e aplicar estes pensamentos em afirmações positivas em invés das negativas tantas vezes por mim ditas:

Só como o que me faz bem (Não posso comer isto ou aquilo por causa do colesterol.)

Eu protejo-me (Porque é que não posso comer o que os outros comem?)

Sou mais inteligente (À hora de almoço estão todos a comer e eu aqui a suar que nem uma porca!)

Confio em mim (Sou mesmo uma merda com falta de confiança…)

Só eu sei o que é melhor para mim (Para de aceitar sugestões alheias sem pensar!)

Tenho tempo para tudo e os outros podem estar sem mim (Talvez seja melhor não ir caminhar/correr porque tenho tanta coisa para fazer em casa…)



Beijos e bom dia!

5 comentários:

boneca de porcelana disse...

Sabes Luna, concordo absolutamente contigo. Só nós é que temos a slução para as nossas coisas! A Lilith disse-me que estás a treinar para a maratona, para correr mesmo? É verdade? Posso juntar-me a vocês?

Beijos

Erase Pounds disse...

Olá Luna, revi-me tanto nas tuas palavras. Só nós sabemos (e às vezes, nem nós) porque é que estamos com excesso de peso e os sentimentos que tudo isto (dieta, peso, exercício, lutar, tentar, desistir, voltar a tentar, etc, etc, etc) nos faz à cabeça! É cansativo, no mínimo. Força para ti e realmente faz o que achares que é melhor para ti, com saúde e felicidade. A vida são dois dias, não nos vamos matar a pensar só nisto. Beijinhos e Força!

Su disse...

É bem verdade que quem conhece o nosso corpo/organismo melhor somos nós próprios. Também é verdade que às vezes precisamos de terceiros para nos ajudar a ver as coisas por outro ângulo. Mas tantos anos de tentaivas também nos ajudaram a reunir informação neceesária para orientar este nosso processo. Se esse conhecimento chega? O tempo o dirá.
Eu também ando a caminhar a solo desde o ano passado. Já emagreci e consegui manter o peso mais do que com as ajudas de profissionais. Se estou a perder como queria? Nem pouco mais ou menos, mas o que falha sei eu bem e não havería nenhum profissional a conseguri corrigir. Depende só de mim.
Quando me perguntam 3000 vezes "E não vais ou médico ver isso ou aquilo?".
Não, não vou. Fui durante anos e nenhum dele se ofereceu para me ajudar quando o problema já era visível e eu estava com muito menos peso do que hoje.
Quando tive problemas de saúde ouvi "que não podiam fazer nada agora para melhorar pois eu estava a amamentar".Pois agora sou eu que dispenso a colaboração deles. Quando vir que é essêncial lá terei de ir (não vou ser estupida e fazer finca pé só porque sim). Mas enquanto a situação for resovida por mim, mesmo que lentamente, eu dispenso muito obrigada.
beijocas e força

Luna Leve disse...

Boneca: Bom, isso de correr a maratona é muuuuito relativo. Já combinamos que em Maio vamos participar na Corrida da Mulher (de 6km). Eu ainda não comecei a preparar-me a sério, mas mantenho as minhas corridas no ginásio e fora dele. Eu espero, no encontro, podermos falar todas sobre isso e, quem sabe, marcarmos umas corridinhas! beijos

Erase: Thanks!!! Tás lá! Beijos

Su: Claro que nunca devemos desleixar a consulta a profissionais, como médicos de família ou especialistas noutras áreas que nos mantenham informadas sobre o nosso 'estado de saúde'. Falo mais é de nutricionistas e outros especialistas em emagrecimento.
É que eu, depois de tantos anos, acho que já cheguei às minhas próprias conclusões, e que são as mais acertadas. beijos

dany disse...

amei o conceito positivo e faz todo o sentido! acho que depois de algum tempo começamos a conhecer-nos bem e isso tem de servir para alguma coisa :)

adoro a foto no final, enfim, adorei o teu post * continua!